Leo Chaves fala de carreira solo e turnê Identidades, com show em Curitiba

- Atualizado às 17:31
Por - Lucas Sarzi
Leo Chaves vai percorrer o país com a nova turnê, em carreira solo.
Leo Chaves vai percorrer o país com a nova turnê, em carreira solo. (Foto: Lucas Sarzi.)

Sair da zona de conforto é sempre arriscar, mas no mundo da música o que os cantores mais gostam é exatamente isso: conhecer o novo. Foi pensando nisso que Leo Chaves, que ficou conhecido nacionalmente pela dupla com o irmão, Victor, resolveu se jogar na carreira solo e se redescobrir como músico. Para celebrar o momento, o cantor tem show marcado em Curitiba, no Teatro Guaíra, no próximo sábado (14) e conversou com o QUALÉ sobre como tem levado sua vida agora sozinho.

"É quase começar do zero. Por mais que você já tenha provado dos temperos, já tenha essa trajetória, é construir um prato novo, inventar alguma mistura nova. Eu vejo dessa forma, e isso é sempre um desafio. Construir um novo negócio, uma nova marca, é sempre um desafio, mas também é muito gostoso porque acho que isso é que é viver, a vida é busca pelo novo, isso que dá sentido a existência", definiu Leo em sua passagem por Curitiba, para divulgar o novo show.

+Viu essa? Comemorando dez anos, Matheus & Kauan gravam DVD e planejam surpresas em 2020

O cantor disse que a decisão de pausar a dupla Victor & Leo não foi fácil, mas a ousadia era necessária para evolução de ambos. "Parar com a dupla foi um enorme desafio, foi me jogar no oceano sem saber onde eu iria parar. Mas eu gosto disso. Prefiro levantar e me jogar, do que ficar sentado, provando de coisas que eu conheço há algum tempo. Às vezes o prazo de validade já venceu, se foi, e o ser humano tem mania de ficar ali pelo medo de enfrentar o novo. Pra mim tá sendo lindo, para o meu irmão também, e agora estamos sendo mais irmãos".

Na avaliação de Leo Chaves, estar neste momento experimentando a mesma rotina de antes, mas sozinho e numa empreitada nova, é o que lhe motiva. "A poltrona do conhecido é confortável. A do desconhecido é um desafio, é tensa, mas ao mesmo tempo é muito mais convergente com a vida do que tudo. A vida é isso: você nasce sem saber nada e a vida te propõe isso", comenta.

Leo Chaves está em carreira solo e planeja lançamentos até o fim deste semestre. Foto: Lucas Sarzi.

Novos rumos

Nesse ritmo solo, Leo já lançou duas músicas, Sol das Seis e Wi-Fi do Vizinho. "Estou muito focado em música, tenho ido para o estúdio produzir, invento ritmos novos, experimento e vejo o que as pessoas esperam de mim, porque a gente tem que seguir isso também. Temos que ser legível para as pessoas. E o mercado também é muito diferente hoje, mas estou me deliciando com esse foco na música".

+Leia também: Luan Santana vem a Curitiba em março com show da turnê VIVA

Em seu show, o cantor já traz estas duas novas canções, mas contou ao QUALÉ que já tem muitas outras para lançar. "Tenho de 15 a 20 canções produzidas, que estão guardadas para o momento certo. Ainda não sei se lanço um projeto ou aos poucos, mas neste primeiro semestre pretendo lançar mais duas", adianta.
Para o segundo semestre, Leo ainda avalia se prepara um disco ou um DVD ao vivo. "Talvez eu lance algum projeto, um CD ou um DVD. Gosto de esperar o momento certo e sentir que é isso, planejar com calma e fazer. Tem sido muito bom, acho que agora o foco principal é mostrar o show novo, que eu tenho algo novo para mostrar às pessoas". Veja a entrevista completa com o Leo Chaves acima.

Turnê Identidades

O show que Leo Chaves pretende percorrer o país vai passar pela primeira vez em Curitiba no sábado (14) e é diferente do que todo mundo já viu dele num palco. "Eu levo o novo para o show. As pessoas se surpreendem, porque é pra cima, dançante, um show animado, com muita interatividade com o público. Digo que é uma conexão forte, intimista, mas também atendo a pedidos e canto de tudo. Tá tão gostoso que faço quase 3h de show".

Segundo o cantor, o momento solo permite mais liberdade de mostrar o que gosta de cantar. "Mostro o que eu gosto de cantar ali no palco, também sinto mais liberdade de mostrar minhas facetas como interprete, pois sempre gostei disso. Com Victor & Leo fiquei muito preso ao nosso som porque as pessoas gostavam disso, mas hoje me dou liberdade de arriscar um pouco mais. Tá sendo uma reescrita, tá sendo muito legal isso também", comenta.

Para quem for ao show, o próprio Leo Chaves dá a dica: espere algo diferente. "Podem esperar nada normal, nada comum, coisas fora da curva, porque vão se surpreender comigo", brinca ele, garantindo que a surpresa vai ser positiva. "Quero que as pessoas estejam comigo comemorando essa nova fase, que tenho certeza de que vai ser a primeira de muitas". Os ingressos, que custam entre R$ 50 (meia-entrada) e R$ 250 (inteira), de acordo com o setor, podem ser comprados pelo Disk-Ingressos.

Cantor lança o livro no domingo, na Livrarias Curitiba. Foto: Lucas Sarzi.

Lançamento de livro

Além da turnê musical, Leo Chaves continua investindo em todas as outras áreas que sempre gostou de experimentar enquanto dupla. "Continuo com os outros projetos: palestras, publicidade, sou empresário. Além disso, o escritório que agencia minha carreira é o meu, com pessoas que eu confio, faço reuniões, planejamento, me delicio com isso hoje".

Junto disso, o cantor tem trabalhado no lançamento de seu livro A Grande Arte de se Reinventar - As 7 habilidades que podem mudar a sua vida. Na obra, o autor apresenta o passo a passo para que você se separe daquilo que te faz mal e abrace o que te faz feliz. Leo baseou o desenvolvimento das sete habilidades pela busca da harmonia interior plena na sua própria vivência e lança o livro em Curitiba no domingo (15), num momento especial e diferente com seu público, numa sessão de autografos. "Vai ser um privilégio continuar em Curitiba, vai ser incrível".

Para o lançamento, que vai ser na Livrarias Curitiba do Shopping Palladium, às 15h, vão ser distribuídas 400 senhas numéricas, gratuitas e exclusivas para clientes Leio+, diretamente na loja. A senha é individual e o atendimento vai ser feito pela ordem numérica. Somente o portador do livro e da senha vai ter direito ao autógrafo (que deve ser feito no novo livro) e foto com o autor (produzida por um fotógrafo e que vai ser disponibilizada no Facebook da Livrarias Curitiba).

Comentários

© 2020 Qualé